Saiba mais sobre a relação entre sobrepeso, obesidade e desenvolvimento do câncer

É importante a população ficar em alerta e sensível às medidas usadas para a prevenção do sobrepeso e obesidade.

Este alerta está relacionado também ao desenvolvimento de câncer, e existe uma razão para que este alerta seja feito.

De acordo com pesquisas, 13 em cada 100 casos de câncer estão relacionados ao sobrepeso e obesidade.

As pesquisas fazem uma relação entre o aparecimento da doença com a quantidade excessiva de gordura no corpo.

Quais tipos de câncer tem mais relação com o sobrepeso e a obesidade?

Vendo toda essa relação, que o câncer vem tendo com o sobrepeso e a obesidade, certamente você esteja se perguntando quais são os canceres mais prováveis.

Desse modo, o peso corporal vem sendo altamente relacionado a probabilidade de se desenvolver 13 tipos de câncer, em locais, como:

  • Esôfago
  • Estômago
  • Mieloma múltiplo
  • Rins
  • Mamas
  • Vesícula biliar
  • Intestino
  • Ovário
  • Endométrio
  • Meningioma
  • Pâncreas
  • Tireoide
  • Fígado.

No entanto, o câncer de mama neste caso, só aparece após a menopausa, e o de intestino se manifesta no reto e no cólon.

Os problemas com peso também são possivelmente associados aos cânceres de próstata (avançado), linfoma difuso de grandes células b e de mama (homens).

Cânceres como o de esôfago e o de estômago, podem aparecer com os nomes de adenocarcinoma e cárdia, respectivamente.

Hábitos alimentares geradores de câncer

Pesquisas dizem que, uma boa alimentação, práticas de atividades físicas e peso ideal, evitariam 1 em cada 3 tipos de cânceres comuns no país.

Desse modo, isso cresce outro ponto que causa preocupação nos especialistas são os hábitos alimentares das crianças e dos adolescentes.

Esta preocupação acontece uma vez que o consumo de açúcar entre as crianças vem aumentando bastante.

De acordo com pesquisas, a cada dez crianças com idade inferior a dois anos, três já tomaram refrigerante ou suco artificial.

Três já chegaram a consumir bala, doce ou outro alimento rico em açúcar.

Assim, é a partir dessa alimentação, vários hábitos são levados para a adolescência e vida adulta, onde hoje, atuais 82 milhões de brasileiros, maiores de 18, estão acima do peso.

Sendo que, o aumento de peso vem sendo associado ao consumo de produtos processados e ultra processados.

É por esse motivo, que atualmente o Instituto Nacional do Câncer (INCA), sugere ainda uma restrição da publicidade e promoções de alimentos destinados a crianças, uma vez que elas são atraídas por propagandas.

Além disso, que produtos ultra processados não devem ser comercializados em escolas e estas embalagens devem ser melhor rotuladas.

Segundo o pronunciamento do INCA, todas estas coisas devem vir acompanhadas de cursos sobre obesidade e sobrepeso em suas embalagens.

Até porque, é na fase da infância e da adolescência, que ocorre o maior desenvolvimento corporal, mental e dentre outras coisas, no ser humano.

Assim, é nesta fase que se constituem os hábitos de vida, que podem ser prejudiciais ou não na vida adulta.

Estes fatores vão ter uma relação direta com o risco do desenvolvimento de um câncer, já que os fatores cancerígenos são acumulativos.

Vale ressaltar que o ganho de peso excessivo nesta fase da vida aumenta as chances de obesidade e de mais tarde se desenvolver um câncer.

Obesidade como algo que afeta não só o físico da criança

Especialistas alertam que a obesidade infantil não afeta somente o físico da criança, afeta principalmente o social e o emocional.

Além disso, a obesidade não afeta a produtividade escolar, afeta também a produtividade no ambiente profissional. 

Ou seja, não é algo simples, e que deve ser romantizado pela sociedade, sendo um problema que já inicia na infância, e pode levar por toda a vida.

Sendo assim, aumentando os riscos de possíveis problemas causados pela obesidade, como os tipos de câncer já citados.

Considerações finais

Se você deseja passar longe de problemas sérios como o câncer, uma das primeiras coisas a se fazer é evitar o sobrepeso e a obesidade.

E você, o que acha de toda essa relação a doenças sérias como o câncer, com o excesso de peso e obesidade desde criança?

One thought on “Saiba mais sobre a relação entre sobrepeso, obesidade e desenvolvimento do câncer

Fechado para comentários.