Como o PRORAD pode ajudar a prevenir várias doenças graves

Você conhece o que é o PRORAD? A sigla significa Programa de Atualização em Radiologia e Diagnóstico por Imagem. Ações deste tipo são cruciais para aprimorar as técnicas de tratamento e diagnósticos de diversas doenças presentes na sociedade atual. O profissional capacitado e bem atualizado dentro da radiologia é capaz de identificar situações de alerta para a saúde com antecedência e precisão.

Diagnóstico preciso salva vidas!

Vale lembrar que algumas doenças necessitam de prevenção para serem tratadas com possibilidades reais de cura. Situações que envolvem o surgimento de tumores podem ser revertidas na maioria dos casos quando o mal é descoberto em seus primeiros estágios de existência. Porém, não é apenas isso, já que doenças cardiovasculares também precisam de uma atenção especial quanto ao diagnóstico.

Para se ter uma ideia da importância do diagnóstico correto em problemas cardiovasculares, em 2020 o governo federal fez avaliações gratuitas sobre o tema. Por meio da ação, foram identificadas 18,1 milhões de pessoas hipertensas. Todas elas fazem parte de um dos principais grupos de risco para desenvolver problemas cardíacos, por exemplo.

Outros dados que evidenciam a importância de diagnósticos precoces são referentes ao câncer de mama em mulheres. Em 2021 foram identificados 66.280 casos de câncer de mama no país. A taxa de mortalidade pela doença chega perto dos 16%, mas isso ocorre por conta da atual pandemia, durante a qual muitas mulheres deixaram de realizar os exames. Em 2018, a taxa de mortalidade era menos do que 14%, sendo que mais diagnósticos eram feitos.

Programas como o PRORAD tem por fim manter as taxas de óbito baixas, enquanto as de cura são cada vez mais altas. Afinal, o objetivo do conhecimento aplicado ao programa é justamente o de preparar profissionais para efetuarem o melhor diagnóstico para qualquer tipo de paciente.

Conteúdo: o que pode se esperar do PRORAD?

Profissionais da área de saúde que desejam participar de uma profunda atualização de conhecimentos e técnicas ligadas à radiologia e ao diagnóstico por imagem, devem buscar alguns temas que estão em alta. Todos eles são sensíveis em matéria de saúde pública e precisam de atenção urgente e atualizada.

Alguns bons exemplos são:

– Ultrassonografia dermatológica;

– Diagnóstico de pneumonia em pacientes com dificuldades imunológicas;

– O papel na imagem para avaliação de problemas urinários e ou intestinais;

– Avaliação por imagem das doenças pleurais;

 – Gliomas em pediatria;

– Avaliação de traumas na região medular e espinhal; entre vários outros.

Por fim, vale lembrar que ainda estamos passando por uma situação de pandemia viral. Milhões de pessoas que sobreviveram à doença nos últimos anos desenvolveram e ainda podem desenvolver sequelas derivadas da covid-19. O pior é que alguns casos podem persistir por meses ou anos, sendo que o diagnóstico e avaliação precisa ajudará a melhorar a qualidade de vida dessas crianças, jovens e adultos por meio do tratamento adequado. O profissional de radiologia e de diagnóstico, como aquele formado pelo PRORAD, nunca foi tão requisitado quanto nos dois últimos anos.