Paroxetina Efeitos Colaterais a Longo Prazo: saiba quais são

Seu médico receitou esse medicamento e você quer saber tudo sobre paroxetina efeitos colaterais a longo prazo?

Assim como qualquer antidepressivo, é essencial tomar cuidado se você fizer uso de outros medicamentos e no caso de sentir qualquer sintoma desagradável, o médico deverá ser consultado.

Além disso, a dosagem e o tempo de tratamento são determinados pelo médico. Não se deve interromper o remédio por conta própria. Pois, caso contrário, pode causar diversos efeitos adversos.

Para esclarecer todas as suas dúvidas, consultamos um psiquiatra, e assim, reunimos aqui as principais informações sobre esse medicamento.

Paroxetina para que serve?

Antes de saber tudo sobre paroxetina efeitos colaterais a longo prazo, para que serve o Cloridrato de Paroxetina?

Basicamente, é um antidepressivo que serve para equilibrar os níveis de serotonina no cérebro, indicado para tratar quadros de ansiedade e depressão.

Também é útil no tratamento de Transtorno Obsessivo Compulsivo, Síndrome de Pânico, Transtorno de Ansiedade Generalizada, Fobia Social, Transtorno do Estresse Pós-Traumático e Transtorno Disfórico pré-menstrual.

Para obter os resultados desejados, é importante informar o médico sobre seu histórico de saúde, se faz uso contínuo de medicamentos e doenças pré-existentes.

Paroxetina efeitos colaterais a longo prazo: quais são?

Quando a pergunta é sobre paroxetina efeitos colaterais a longo prazo, saiba que alguns deles podem diminuir em intensidade e frequência conforme a continuidade do tratamento, e na maioria das vezes, não é necessário interromper seu uso.

Embora alguns desses efeitos possam ser mais comuns, outros são mais raros, no entanto, vamos listar os principais:

Náuseas;

Disfunção sexual;

Aumento dos níveis de colesterol;

Sonolência;

Agitação;

Insônia;

Pesadelos;

Visão turva;

Sudorese;

Prisão de ventre;

Vômitos;

Ganho de peso corporal;

Astenia.

Portanto, se você estiver tomando Cloridrato de Paroxetina e sentir alguns desses sintomas, saiba que pode ocorrer, mas é melhor relatar ao seu médico.

Quando interromper o tratamento?

Além de ficar atento aos efeitos colaterais, é importante saber quais os sintomas que podem surgir quando há a suspensão do tratamento, e os mais frequentes incluem:

Vertigem;

Distúrbios do sono;

Ansiedade;

Cefaleia;

Distúrbios sensoriais.

Sendo assim, vale lembrar que essa suspensão, também chamada de desmame, deve ser gradual justamente para evitar esses sintomas. Sempre sob supervisão médica.

Mas geralmente os sintomas desaparecem em alguns dias.

Paroxetina efeitos colaterais a longo prazo: como reduzir?

Em primeiro lugar, não são todas as pessoas que apresentam efeitos adversos, mas separamos algumas dicas para reduzir paroxetina efeitos colaterais a longo prazo.

Procure beber bastante água, assim como adicionar à sua dieta mais fibras, como a farinha de linhaça, assim como probióticos.

Portanto, como já foi dito, é fundamental seguir a recomendação médica e no caso de sentir qualquer sintoma desagradável, converse com seu médico.

Leia também: Cafeína em Cápsulas Efeitos Colaterais: Existem benefícios?