Três cuidados que a grávida deve ter ao se exercitar

Os exercícios físicos trazem inúmeros benefícios para o corpo humano, independente da idade, etnia, gênero e dentre outros.

Dessa maneira, em mulheres gestantes a prática da atividade física ajuda a gestante a relaxar, melhora a postura, combate o risco de ter diabetes gestacional, e reduz a dor na lombar.

Além disso, saiba que os exercícios podem favorecer a gravidez, uma vez que eles ajudam a fortalecer a mulher e aliviar dores.

Contudo, com a prática desses exercícios vem também alguns cuidados que as grávidas devem ter ao realizá-los.

A consultora técnica do Ministério da Saúde, Danielle Cruz diz que de início é preciso ter a liberação médica para fazer essas atividades.

Seguindo, Daniella segue dizendo que outra medida de cuidado é realizar os exercícios com o acompanhamento de um profissional de educação física.

Incluindo essas recomendações também é preciso saber que as mães que nunca fizeram atividade física não devem pegar pesado no início, pois o exagero pode levar a problemas para a mulher e para o bebê.

Além disso, vale ressaltar a importância de manter organizado em uma agenda a programação dos dias e horário da prática das atividades para evitar interrupções.

Mas, existem certos sinais que é preciso ficar atento, como:

  • Sudorese excessiva
  • Falta de ar
  • Dor no peito
  • E palpitação.

Se a gestante sentir esses sintomas em meio a um exercício é necessário que pare no mesmo instante, até porque se continuar pode levar a riscos maiores.

Cuidados necessários ao exercitar

Para que você como gravida, possa evitar maiores problemas, confira três cuidados severos devem ser seguidos quando uma gestante decide praticar atividades físicas.

  • Primeiramente, é de extrema importância ter a liberação de um médico para evitar problemas maiores na saúde da mãe e do bebê.
  • Será necessário o acompanhamento por um profissional de educação física, durante toda a prática.
  • Por fim, mas também muito importante, é preciso manter a rotina de exercícios organizada em uma agenda para não haver paradas e para manter a rotina continua.

Os exercícios mais indicados para realizar na gravidez são aqueles que valorizam o sincronismo da respiração e que sejam de baixo impacto.

Entre alguns dos mais recomendados estão: os alongamentos, caminhadas, atividades aquáticas, yoga, bicicleta ergométrica e outros.

A mãe Daniely Lopes Monteiro, servidora pública, na sua gestação pesquisou sobre as atividades físicas levando em consideração as indicações médicas e preferências pessoais, e então chegou à conclusão de duas ótimas opções: hidroginástica e yoga.

Dessa forma, ela explica que a yoga a ajudou muito em relação a respiração e com umas posições que aliviaram as dores das contrações.

Ela segue dizendo que ao entrar em trabalho de parto acabou lembrando de alguns exercidos da yoga que a ajudaram bastante.

Além dos três cuidados que devem ser tomados ditos anteriormente, existem mais alguns essenciais para se seguir durante a gestação, como evitar o consumo de cigarros e bebidas alcoólicas, manter uma alimentação balanceada e suprir as necessidades do organismo durante a formação do bebê.

Depois do parto

Após o parto, e a volta da disposição, você precisa ter acesso a um acompanhamento especializado.

Nesse sentido, é necessário a aprovação de um médico e o acompanhamento de um profissional de atividade física.

Sem contar que as prescrições mudam de mulher para mulher, dependendo de qual é a condição da saúde da mãe e qual foi o tipo de parto.

Então, não deixe de procurar um médico para realizar o acompanhamento.

Com a chegada do bebê, o ideal é que você dê o foco exclusivo para ele.

Considerações finais

Se você atualmente se encontra no estado de gestante, ou conhece alguém que esteja, saiba que é possível fazer exercícios e manter a boa forma. No entanto, é claro, você precisa ficar atento a uma série de coisas, para garantir a saúde da mãe e do bebê.